22 de set de 2009

Brasil é primeiro país a obter grau de investimento após a crise

A agência de classificação de risco Moody's elevou o rating da dívida do governo do Brasil para grau de investimento. Com isso, o Brasil passa a ser o primeiro país a ter sua classificação elevada pela agência desde a crise financeira global.

A categoria determina se um país oferece ou não risco de pagar seus títulos. Quanto mais elevada a classificação, maior a propensão em atrair títulos. Com a já aguardada decisão, a Moody's passa a ser a terceira agência a conceder a classificação ao Brasil. A Fitch Ratings e a Standard & Poor's já haviam elevado o Brasil grau de investimento no ano passado. A nota da dívida do Brasil para moeda local e estrangeira foi elevada da categoria Ba1 para Baa3 - considerado o patamar inicial para créditos com grau de investimento. De acordo com Mauro Leos, titular da agência para a América Latina, "a elevação reflete o reconhecimento pela Moody's de que a capacidade de absorção de choques, incluindo a capacidade de resposta das autoridades, aponta para uma melhora significativa do perfil de crédito soberano do Brasil".


fonte: www.votebrasil.com/


De acordo com o site "votebrasil" nosso país esta conseguindo sair da crise mais rápido que os países desenvolvidos, sinal que o Brasil esta desempenhando seu verdadeiro potencial.

A União Estadual dos Estudantes vê isso como avanço mais sabe que é preciso ir mais longe, que para o Brasil sair de vez da crise é necessário que nossos governantes assumam uma postura séria perante a nação brasileira, que se comprometa a não deixá-los esquecidos, pois não adianta um país sem crise e uma população necessitada.



Essa vitoria nós temos que protagonizar; pois muito deve ser feito ainda, e um país que caminha bem na economia os outros setores também tem que caminhar bem para não haver uma contradição social.

O que os Universitários almejam é que o Brasil saia de sua maior crise que esta na educação, principalmente o Estado de São Paulo que é um dos Estados mais ricos economicamente e ainda tem muitas faculdades sucateadas, e cursos esquecidos, como podemos evoluir com futuros profissionais de varias áreas sendo mal formados??




Enxergamos mais além, reconhecemos o avanço do Governo Federal em ser reconhecido internacionalmente por ter saído dessa crise econômica que assombrou o mundo, mais cobramos do mesmo Governo em especial o nosso Estadual, até quando vamos viver nessa crise Educacional?

Por: Renata(Tina)

Nenhum comentário:

Postar um comentário